Notícias

A dança é a arte de mexer o corpo

A dança é uma terapia e seus resultados promovem interação, alegria, bem-estar, autoestima, dentre outros

Tamanho da Fonte      Redação CerradoMix

Muitas pessoas se expressam somente dançando, fazem algum tipo de atividade neste sentido por simples prazer, é uma forma de superação de desafios ou até mesmo veem como sinônimo da liberdade.


A dança é a arte de mexer o corpo por meio de uma cadência de movimentos e ritmos, criando uma harmonia própria. Na Companhia Athletica de Brasília é possível encontrar algumas delas e podem ser praticadas desde os três anos, que é o caso do balé, um estilo que contém movimentos de aquecimento, centro, barra, diagonal e coreografias baseadas na técnica do balé clássico.


Há também o Jazz, uma aula de grupo que abrange importantes formas de expressão artística, influenciada por diversos estilos e princípios técnicos do balé clássico e dança contemporânea. Entre seus benefícios estão a melhora do condicionamento, desenvolvimento das habilidades motoras e a musicalidade.


Para quem gosta de movimentos mais rápidos, a indicação é a aula de Ritmos, que mistura mambo, salsa, merengue, rumba e samba. Conforme o gerente de ginástica e aulas coletivas, Marco Rodrigo, a aula insere diversas possibilidades de movimentos para diferentes tipos de pessoas, idades e formas físicas, gerando um ambiente acolhedor e inclusivo.


Outra vertente é a Dança de Salão, na qual se reúnem estilos praticados nos bailes e reuniões sociais como bolero, forró, gafieira, samba rock, soltinho, dentre outros. O objetivo é socializar e divertir os alunos com aprendizado de passos, desde os mais simples evoluindo as combinações coreográficas para as mais complexas características de cada estilo, tendo como objetivo a integração e socialização igualitária entre os participantes.


Tanto Ritmos como Dança de Salão trabalham de forma harmônica aspectos físicos das valências cardiorrespiratórias e de coordenação motora. "Qualquer pessoa que tenha avaliação médica de saúde com liberação para atividade física regular, pode fazer normalmente", complementa Marco.


Indivíduos com restrições de mobilidade motora ou mesmo déficit motor também podem fazer as aulas, levando-se em consideração que elas oferecerão estímulos satisfatórios para a melhoria desses elementos. "Neste caso, faz-se necessário um atendimento mais individualizado e adaptado para o acompanhamento e progresso de aprendizagem", conclui o gerente.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação:      

Comentários

  Deixe seu comentário