Notícias

Um grande tributo ao Rei do Baião

Luiz Gonzaga completaria 100 anos em 2012. Para comemorar, Brasília ganha uma grande festa junina e uma programação de shows no Centro Cultural Banco do Brasil, com Moraes Moreira, Chico Cesar, Otto, entre outros nomes da música popular brasileira

Tamanho da Fonte     Narjara Carvalho
ncarvalho@jornaldacomunidade.com.br
 Redação CerradoMix

Festa junina que se preze tem que ter Luiz Gonzaga na trilha sonora. E para reverenciar o Rei do Baião, que completaria 100 anos em dezembro, uma programação de shows chega à cidade, reunindo nomes expressivos da música popular brasileira em uma grande festa. E o melhor de tudo, em Brasília, nos gramados do Centro Cultural Banco do Brasil.


De acordo com o músico Daniel Gonzaga, neto de Gonzagão e diretor musical do projeto Gonzagão, 100 anos, a ideia é fazer um tributo com artistas de diversas vertentes. “Pensamos em realizar uma homenagem diferente, com várias linguagens sobre um mesmo tema. Teremos o Moraes Moreira e Otto, por exemplo. O objetivo é mostrar como a música do Luiz Gonzaga repercutiu na cabeça desses artistas”, explica Daniel.

A abertura do projeto acontece neste domingo, Dia de São João, com shows de Moraes Moreira, Carlos Malta e Pife Muderno. A festança começa às 16h, com entrada gratuita. Haverá, ainda, apresentações das quadrilhas Mexi, Mexi, Triscou, Queimou, Si Bobiá a Gente Pimba e Pau Melado, barraquinhas com comidas típicas e brincadeiras tradicionais das festas juninas.

Vasta homenagem
A programação se estende até 15 de julho, com apresentações no Teatro I do CCBB. Além da série de shows nos CCBBs de Brasília e São Paulo, também está prevista a montagem de um musical com texto e direção de João Falcão, cuja estreia está prevista para outubro, no Rio de Janeiro. “Além disso, também em outubro, será lançado um filme com a direção de Breno Silveira”, conta Daniel.

Mais do que uma festa junina, o projeto traz à tona a memória de um dos nordestinos mais famosos da história. Nascido no município pernambucano de Exu, distante 600 Km de Recife, Luiz Gonzaga levou a alegria em suas letras e espalhou a cultura do forró pé-de-serra por todo o Brasil.
Vestido a caráter, com chapéu de couro quebrado na testa, em homenagem aos cangaceiros que tanto admirava, o Rei do Baião fez uma conexão entre o Norte e o Sul do país, cujos habitantes pouco conheciam sobre a vida sofrida de quem vive no sertão brasileiro.

Boas lembranças
Daniel Gonzaga afirma que tem as melhores lembranças possíveis da época de convivência com o avô. “Ele era super família. Dava presentes para os netos, estava sempre tocando e perguntava muito, se queríamos ser músicos”, relata.

Sobre a influência do avô e do pai, Gonzaguinha, em sua música, Daniel é taxativo: “Minha música certamente é muito influenciada por ritmos nordestinos, é algo que está no sangue, não é nada pensado. Mas tem também muita influência de sons da minha geração”, explica.

E o tributo ao avô não se resume à série promovida no CCBB. Daniel esteve em Brasília na última sexta, 22 de junho, para participar da festa junina do colégio Seriös, que foi aberta por um grupo de músicos da Escola de Música de Brasília interpretando as canções de Luiz Gonzaga. O neto do Rei do Baião fez também sua apresentação – a primeira dele para o público infantil – cantando músicas do avô, do pai e dele próprio.

Confira a Programação

Dia 24/06, palco ao ar livre
Sertão de cores e amores
Com Moraes Moreira (violão e voz), Carlos Malta e Pife Muderno – Andréa Ernest Dias (flauta), Oscar Bolão (caixa e pratos), Bernardo Aguiar (pandeiro) e João Hermeto (percussão)
Festa junina a partir das 16h e shows às 20h. Entrada franca

Dias 29/06, 30/06 e 1o/07, no teatro do CCBB
Só deixo o meu cariri...
Com Chico César (voz, violão), Marcelo Caldi (acordeon, piano) e Quinteto da Paraíba (quinteto de cordas: violino, 2 violas, cello e contrabaixo)
Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h. Ingressos a R$ 6 e R$ 3 (meia)

Dias 6/07, 7/07 e 8/07, no teatro do CCBB
A volta da Asa Branca
Com Otto (voz), Bebe Kramer (acordeon) e Casuarina (violão, cavaquinho, pandeiro e voz, bandolim, tan tan e voz)
Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h. Ingressos a R$ 6 e R$ 3 (meia)

Dias 13/07, 14/07 e 15/07, no teatro do CCBB

A hora do adeus
Com Daniel Gonzaga (violão e voz) e As Chicas (voz, sanfona, contrabaixo e bateria)
Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h. Ingressos a R$ 6 e R$ 3 (meia)

Local: Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (SCES, trecho 2). LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS.


Classificação Atual       ( 1 ) Dê a sua classificação:      

Comentários

  Deixe seu comentário