Notícias

Exposição leva ao público uma maneira diferente de ver os bebês

Em a "A Singela Arte de Fotografar Recém-nascidos" Érika Muniz revela a arte do retrato

Tamanho da Fonte      Redação CerradoMix

Quem não se rende aos encantos dos bebês? Um breve sorriso dessas figurinhas admiráveis já é o suficiente para melhorar o dia de qualquer pessoa. E, desde essa quarta-feira (26), é ser possível conferir de pertinho momentos sublimes dos primeiros dias de vida desses pequenos. Isso porque a fotógrafa brasiliense Érika Muniz, especializada no assunto, abre ao público a exposição “A Singela Arte de Fotografar Recém-nascidos”.

Histórico
Formada em Publicidade e Propaganda, Érika se dedica à fotografia de recém-nascidos desde 2009. Aos 23 anos, é uma das raras profissionais brasileiras com essa especialização. Em Brasília, comanda o primeiro estúdio do país dedicado apenas aos bebês.  Ela conta que escolheu este caminho por conta da afinidade e carinho que sempre teve pelos pequenos. "Fotografar bebês é, simplesmente, registrar a vida em seu sentido mais puro".

Mesmo tão jovem, a fotógrafa tem um currículo de peso. Ela estudou em uma das maiores escolas de fotografia do mundo, a International Center of Photography, em Nova York. Érika participou também de cursos ministrados por grandes nomes da fotografia de recém-nascidos no mundo, como Danielle Hamilton, em São Paulo, e as americanas Carrie Sandoval e Brittany Woodall, do estúdio Baby as Art, em Fallbrook, na Califórnia.

Todo o cuidado é pouco
A arte de fotografar recém-nascidos é muito mais complexa do que pode parecer. Érika explica quea imagem ideal é aquela captada no período entre 5 a 15 dias de vida. Isso porque, quanto mais novo, mais profundo é o sono do bebê, o que gera menos estresse durante a sessão.  Segundo a fotógrafa, antes de qualquer clique é essencial pensar no conforto e segurança do recém-nascido. “Como, na maioria das vezes, fotografamos eles sem roupinha, é fundamental que o ambiente em questão esteja climatizado. Além disso, não podemos deixar entrar correntes de ar”, explica.

Para deixar as imagens mais criativas e delicadas, são usados adereços como gorros, pequenos cobertores e objetos familiares, por exemplo. É fundamental que esses apetrechos sejam lavados com frequência com sabão de coco especial para bebês. Segundo Érika, isso evita possíveis alergias.

 Os cuidados não param por aí. É preciso também evitar movimentos bruscos e ter bastante cuidado e técnica na hora de manusear os bebês. Algumas poses feitas durante a sessão fotográfica exigem truques de edição, como a junção de duas imagens. Tudo pensado para garantir a segurança do bebê e evitar possíveis acidentes.

Serviço

Exposição - Érika Muniz: “A Singela Arte de Fotografar Recém-nascidos”. De 26 de setembro a 11 de outubro, no Shopping Pier 21 (corredor do Banco do Brasil) -Setor de Clubes Esportivos Sul (SCES) Trecho 02 Lote 32. Horário: De domingo à quinta feira: 12h às 1h/ Sexta-feira e sábado: 12h às 2h


Classificação Atual       ( 1 ) Dê a sua classificação:      

Comentários

  Deixe seu comentário