Agenda
Festival Internacional de Teatro de Brasília
Local: Museu Nacional da República Endereço: Confira a programação no site: www.cenacontemporanea.com.br

Maior festival do Centro-Oeste – e um dos seis maiores do Brasil – o Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília chega a 2009 celebrando. Em sua 10ª edição, que acontece de 2 a 13 de setembro, o evento passará a contar com uma extensão em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil. Batizada de Cena Contemporânea – Mostra São Paulo, a extensão paulista começa no dia 27 de agosto, com o espetáculo The Hobo Grunt Cycle (Part 1), dos Estados Unidos, e segue até o dia 20 de setembro, apresentando quatro espetáculos da grade geral do Cena Contemporânea. O Festival é uma realização da Cena Promoções Culturais com curadoria e direção de Guilherme Reis.

 

Em 2009, o Cena Contemporânea apresentará, em 12 teatros de Brasília, 23 espetáculos de teatro e de dança, sendo nove internacionais, sete nacionais e sete locais. Terá a França como país especialmente convidado, no âmbito das comemorações do Ano da França no Brasil. Contará ainda com quatro grandes shows ao ar livre, apresentando, dentre outros, o grande acordeonista Richard Galliano, um dos mais celebrados músicos do jazz na França, dividindo o palco com um dos maiores instrumentistas brasileiros, Hamilton de Holanda, e, no encerramento, no dia 13 de setembro, Angelique Kidjo, diva da música africana e nome consagrado do cenário pop mundial.

 

O Festival tem o patrocínio da Petrobras, CCBB, Caixa, Funarte e do Fundo de Apoio à Arte do DF. Conta ainda com diversos apoiadores, entre os quais se destacam a Embaixada da França, Culturesfrance, Instituto Cervantes, Embaixada de Israel , SESC DF, Secretaria de Cultura e Museu Nacional da República.

 

Na programação internacional, o Cena Contemporânea apresenta várias atrações inéditas no Brasil. Estão no programa La Piste Là, da França, apontado como uma jóia, um concentrado de puro circo; The Hobo Grunt Cycle (Part 1), um belo e poético espetáculo norte-americano que investiga as conseqüências da guerra para o ser humano que entra em contato direto com ela; Kiss Bill, do Canadá, que propõe uma visão feminina da violência presente nos filmes de Quentin Tarantino; o francês Appris parCorps, que aposta num trabalho que une dança e acrobacia; El País de las Maravillas, comédia de humor negro que traz Nídia Telles, uma das mais conceituadas atrizes do Uruguai; La Noche Canta suas Canciones, texto do dramaturgo norueguês Jon Fosse, adaptado e dirigido pelo argentino Daniel Veronese, considerado uma obra-prima do teatro; Ausländer, dança contemporânea que investiga o tema da identidade, numa co-produção Uruguai/Alemanha; Delírios de Grandeza, solo do espanhol David Espinosa que reflete sobre universo virtual e multimídia, e Duets, reunindo seis intérpretes/bailarinos israelenses num trabalho que fala sobre as relações humanas.

 

A programação ainda terá sete espetáculos criados por artistas e grupos de Brasília e selecionados dentre 40 inscritos: Cru, de Alexandre Ribondi, A Obscena Senhora D, de Catarina Accioly, Admirável Só Para Selvagens, de Miriam Virna, A Ópera dos Três Vinténs, de Hugo Rodas, O Marajá Sonhador, de Eliana Carneiro, A Casa, de Adriano e Fernando Guimarães,e Alma de Peixe, de José Regino (teatro para bebês).

 

A exemplo da edição de 2008 (que reuniu mais de 20 mil pessoas ao longo de 13 dias), o Ponto de Encontro será na praça do Museu Nacional da República, onde acontecerão os shows e atividades educativas e de formação. Este ano, o festival terá oficinas, palestras, encontros e lançamentos de livros, o Seminário Internacional sobre Políticas Públicas e Cultura, realizado em parceria com o projeto Articulação Latino Americana: Cultura e Política, apresentações diárias e festas com DJs nacionais e internacionais, exibição de vídeo-arte, grandes shows ao ar livre e muito mais.

 

 

Informaçőes:
www.cenacontemporanea.com.br


Serviço
Preço:
Os ingressos para os espetáculos custam R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia), em todos os teatros, e R$ 15,00 e R$ 7,50, no Teatro do CCBB. Haverá bilheteria central para a aquisição dos ingressos – com exceção dos bilhetes para espetáculos apresentados no Teatro do CCBB.
O Cerrado Mix está de acordo com a nova lei de classificação indicativa.